Câmara inicia ano legislativo com implantação de sistema de votação eletrônica

Na manhã dessa terça-feira (20), a Câmara de Ananindeua iniciou o ano legislativo, com a tradicional sessão de abertura dos trabalhos parlamentares. Estiveram presentes, além dos vereadores, o prefeito Manoel Pioneiro (PSDB), o vice-prefeito Carlito Begot (PR), vários secretários municipais, o promotor de Justiça Sérgio Chermont representando o Ministério Público, outras autoridades, lideranças comunitárias e a população.

Seguindo o regimento da casa, o prefeito apresentou a mensagem do Poder Executivo ao Legislativo, pontuando um balanço das ações de 2017, com as principais obras e investimentos realizados. Pioneiro agradeceu o empenho e apoio dos parlamentares durante o ano que passou, lembrando as conquistas alcançadas em parceria. “Apesar do momento de crise, com todas as dificuldades na arrecadação, cumprimos nosso dever, de tocar as obras, levar adiante os projetos, pagar a folha do município, respeitando o dinheiro público e transformando-o em benefícios ao povo de Ananindeua”, pontuou.

O presidente da Câmara Dr. Daniel Santos (PSDB) também fez um apanhado dos avanços realizados pelo Legislativo em 2017 e início de 2018. “Quando assumimos a gestão no ano passado, estabelecemos a meta de fazer uma Câmara mais transparente e próxima da população. Ao longo do ano, instituímos a transmissão ao vivo das sessões, tornamos o segundo secretário também autorizador de despesas, recebemos o Selo Verde de Gestor Transparente do Tribunal de Contas dos Municípios, chamamos os concursados remanescentes do concurso de 2012 e estamos repondo as perdas salariais dos últimos seis anos aos servidores efetivos da casa”, elencou. “E, hoje, inauguramos algo pra deixar nossa marca aqui, o sistema integrado de votação eletrônica”, complementou.

Informatização – Antes realizado de forma manual, com papéis impressos, a partir da primeira sessão ordinária desse ano todo o processo legislativo ocorrerá de maneira informatizada. Desde os gabinetes dos vereadores, os projetos e requerimentos serão transmitidos em rede para a Secretaria e Assessoria Legislativa e de lá para o plenário, onde cada pauta será votada eletronicamente, via terminais de cada vereador. Os resultados das votações serão exibidos em painéis, assim como a lista de vereadores presentes às sessões.

“Além disso dar mais agilidade e transparência aos nossos trabalhos, significa economia e preocupação com o meio ambiente, pois vamos deixar de consumir de cinco a seis resmas de papel por sessão”, explicou Dr. Daniel, que é autor de um projeto de lei, já sancionado pelo Executivo, que estabelece a substituição de sacolas plásticas por biodegradáveis nos estabelecimentos comerciais do município.

Infraestrutura – Além da inovação do sistema de votação eletrônica, a Câmara teve áreas dos seus dois prédios (Palácio Legislativo e Anexo) reformados, com revitalização, sinalização, climatização das recepções e ampliação da sala de espera para emissão de RG, que agora conta com mais espaço e uma televisão. Os investimentos continuarão nos próximos meses, com a renovação das redes lógica e telefônica.

A primeira sessão ordinária será no dia 28/02, mantendo o horário regimental das quartas-feiras a partir das 16h30 e a transmissão ao vivo via Facebook. Durante essa semana, as assessorias dos vereadores passarão por treinamento com o sistema integrado de votação eletrônica.

Data da Matéria: 26/07/2018 00:18