Em primeira sessão ordinária do ano, vereadores debatem transporte urbano e serviços da Celpa

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A primeira sessão ordinária de 2018 aconteceu na última quarta-feira (28), retornando as atividades legislativas da casa. O encontro inicial foi marcado por discussões importantes, envolvendo temas como transporte urbano e a qualidade dos serviços ofertados pela Celpa. Os parlamentares também votaram projetos oriundos do Executivo e prestaram homenagens a Vanderray (PROS), suplente do vereador Ruy Begot (mesmo partido), que retorna à cadeira esse mês.

Quem iniciou a discussão sobre os serviços da Celpa foi Alexandre Gomes (PSB), relembrando uma audiência pública para tratar da questão, proposta por ele e realizada ano passado. “A empresa pratica cobranças indevidas, parcelamentos inapropriados, cortes de energia irregulares. Proponho que instalemos nessa casa uma CPI para investigar todas essas irregularidades e cobrar explicações”, disse. Gomes teve apoio de outros parlamentares, que concordaram com a proposta. “Se não tomarmos providências quanto a isso, a população vai sofrer mais”, falou Chico Barros (PROS).

Alexandre Gomes trouxe ainda a temática do transporte por aplicativos como o Uber. “Tem motoristas de Uber que dirigem perigosamente, não têm qualquer qualificação para transportar passageiros. Por isso é tão necessária a regulamentação do serviço”, pontuou. Marlon (PSDC), que é presidente da Comissão de Transportes na casa, opinou que não pode haver retrocesso na questão. “O Uber é sinônimo de avanço no nosso município, na mobilidade urbana, então não podemos retroceder. Precisamos regulamentar isso, que é um benefício para a população. Então, a ideia não é que que acabe o aplicativo, mas que ele passe a deixar tributos para a cidade”, argumentou.

Ainda a respeito dos aplicativos, Breno Mesquita (PV) complementou que é preciso achar uma solução que não prejudique ninguém. “Mas de qualquer maneira não podemos nos antecipar antes que a matéria seja decidida pelo Congresso Nacional”, ponderou. O vereador também comentou a necessidade da Câmara atuar para regular as tarifas do transporte público e para elevar a qualidade desse tipo de serviço, como na discussão pela implantação de ar condicionado nos ônibus.

Despedida – A sessão de ontem foi a última da qual Vanderray (PROS) participou, pois estava como suplente de Ruy Begot (mesmo partido). O titular, que estava cedido para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, volta a assumir a vaga neste mês.

O presidente Dr. Daniel (PSDB) expressou a tristeza pela saída do parlamentar. “Você cativou a todos nós, tenho certeza que aqui você construiu amizades verdadeiras e não apenas relações políticas”, disse. Vanderray agradeceu todas as homenagens recebidas dos colegas e falou sobre sua atuação. “Durante um ano como parlamentar, eu chamei a responsabilidade para mim, arquei com o compromisso junto à comunidade. Encarei o desafio porque sei que tiveram 1800 pessoas que acreditaram em mim”.

Projetos – Durante a sessão, também foram votados dois projetos encaminhados pelo Executivo. O primeiro deles propôs alteração da Lei nº 2.748/2015, redefinindo a composição do Conselho Municipal de Segurança Pública. Já o segundo sugeriu a modificação da Lei nº 2.231/2006, para reorganizar a estrutura administrativa do Poder Executivo de Ananindeua, estabelecendo melhor quais os órgãos da prefeitura, como secretarias e gabinetes, suas respectivas competências e os cargos de seus titulares. Ambas as pautas foram aprovadas por unanimidade.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Data da Matéria: 06/03/2018 11:17