Violência nas escolas é tema de audiência pública na Câmara

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Câmara de Ananindeua realizou, nessa terça-feira (26), uma audiência pública sobre violência nas escolas públicas e particulares do município. A sessão partiu de uma solicitação do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do Pará (Sintepp), seção de Ananindeua, e foi requerida pelo vereador Sérgio Rato (PSDB).
Além de vereadores, estiveram presentes representantes do Sintepp, das Secretarias Municipais de Educação (Semed), de Segurança Pública e Defesa Social (Sesds) e de Cidadania, Assistência Social e Trabalho (Semcat), da Polícia Militar, da Vara de Infância e Juventude de Ananindeua, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) e de Conselhos Tutelares.
Andréa Salustiano, coordenadora do Sintepp Ananindeua, expôs a situação de insegurança nas escolas do município, fazendo relato de algumas situações vivenciadas por alunos e professores. “A escola, como parte da engrenagem social, funciona como um catalisador dos problemas da sociedade. A violência vem passando pro ladro de dentro das escolas, muitas vezes inviabilizando o processo de ensino e aprendizagem. Além das perdas patrimoniais, essa situação é um prejuízo para a saúde e bem estar das pessoas”, lamentou.
A diretora de Ensino da Semed, Marluce Gatinho, comentou a importância dos trabalhos de prevenção realizados nas escolas municipais. Ela citou três projetos existentes: o Música na Escola, que amplia o tempo dos alunos nas instituições com o ensino da arte; o Conhecer para Construir, em parceria com a Vara de Infância e Juventude, que trabalha a compreensão dos direitos e deveres do Estatuto da Criança e do Adolescentes; e uma iniciativa em parceria com o Ministério Público, que promove o diálogo com estudantes e famílias. “Buscamos trabalhar a personalidade dos alunos, o compromisso de resolver seus problemas pelo diálogo, que ele se preocupe consigo, com o outro e com o meio ambiente”, pontuou.
O Coronel Marco Machado, secretário da Sesds, enfatizou a importância da união para a realização das ações em segurança pública, com a parceria com escolas, professores e pais de alunos para orientar as atividades. O titular da secretaria convidou o Sintepp para participar do Conselho Municipal de Segurança Pública. “Não precisamos criar novas leis, precisamos de maior participação nos instrumentos já existentes”, disse.
O vereador Sérgio Rato, que presidiu a sessão, se comprometeu a dar encaminhamentos a demandas apresentadas na audiência, como a sugestão do Sintepp para a criação de um comitê para debater a questão, que seria composto por trabalhadores da educação, pais de alunos, representantes da comunidade, polícias e Legislativo e Executivo municipais e estaduais. “Não queremos mais nossas escolas assaltadas diariamente, tráfico de drogas nas nossas salas de aula. Por isso, a Câmara está empenhada em propor soluções pra isso”, concluiu.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Data da Matéria: 27/09/2017 15:29